Espiritismo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Espiritismo

Mensagem  Admin em Qua Dez 05, 2007 10:54 pm

O que é o Espiritismo?

“O Espiritismo é, ao mesmo tempo, uma ciência de observação e uma doutrina
Filosófica. Como ciência prática ele consiste nas relações que se estabelecem entre nós e os Espíritos; como filosofia, compreende todas as consequências morais que
dimanam dessas mesmas relações”.
E conclui: “Podemos defini-lo assim: o Espiritismo é uma ciência que trata da
natureza, origem e destino dos Espíritos, bem como de suas relações com o mundo
corporal”.


Quem é Allan Kardec?

Hippolyte Léon Denizard Rivail nasceu em Lyon, na França, a 3 de Outubro de
1804. Fez os seus estudos iniciais nessa cidade e completou-os em Yverdun, na Suíça,
com o célebre educador Jean Henri Pestalozzi. Bacharelou-se em Ciências e Letras.
De volta a Paris, dedicou-se à educação, divulgando o método de Pestalozzi na
França. Produziu quase uma dezena de obras, que foram adoptadas pela Universidade
de França. Fundou o Instituto Técnico; leccionou no Liceu Polimático e dava aulas
gratuitas de diversas ciências aos jovens, na sua residência. Tinha grande cultura e
robusta inteligência. Conhecia o alemão, o inglês, o italiano, o espanhol, o holandês,
além da língua materna. Foi membro de sociedades sábias da França, entre outras,
da Real Academia de Ciências Naturais. Casou-se em 1832 com Amélie Gabrièle
Boudet. Homem de bem, inteligência brilhante, nobre de sentimentos, elevação de
carácter, submetia os seus sentimentos à reflexão e ao poder da lógica e ao rigor do
método, do raciocínio e do bom senso. Filósofo, idealista, benfeitor. Dedicou-se ao
estudo dos fenómenos espíritas de 1855 até 1869, quando desencarnou a 31 de
Março pelo rompimento de um aneurisma. Produziu o maior acervo da Doutrina Espírita,
com o pseudónimo de Allan Kardec – nome que teve numa encarnação entre
os sacerdotes Druidas das Gálias, no tempo de Júlio César, segundo revelação dos
espíritos. Das suas obras espíritas fundamentais destacam-se: O Livro dos Espíritos
(1857), O Livro dos Médiuns (1861), O Evangelho Segundo o Espiritismo (1864), O
Céu e o Inferno (1865), A Génese (1868). Escreveu outras obras subsidiárias e complementares
do Espiritismo; fundou a Sociedade Parisiense de Estudos Espíritas
(1858); criou e editou a Revista Espírita (1858).
No seu livro O que é o Espiritismo, Allan Kardec explica sumariamente: “O Espiritismo
é, ao mesmo tempo, uma ciência de observação e uma doutrina filosófica.
Como ciência prática ele consiste nas relações que se estabelecem entre nós e os
espíritos; como filosofia, compreende todas as consequências morais que dimanam
dessas mesmas relações”. E concluiu: “Podemos defini-lo assim: O Espiritismo é uma
ciência que trata da natureza, origem e destino dos espíritos, bem como das suas
relações com o mundo corporal”



LIVROS:

Codificação Espírita:


-O Livro dos Espíritos

-O Livro dos Médiuns

-O Evangelho Segundo o Espiritismo

-O Céu e o Inferno

-A Génese


Livros Complementares:


-O que é o Espiritismo

-Obras Póstumas

Todos estes livros completos podem ser retirados gratuitamente aqui!

Espero que gostem e que estes livros vos ensinem aquilo que sentem que têm para vos ensinar, todas as obras completas de Allan Kardec estão no site referido.
Desejo-vos uma boa leitura.

Retirado de:
http://adeportugal.org/mambo/index.php?option=com_frontpage&Itemid=1
http://adeportugal.org/

___________________________________
Admin
avatar
Admin
Serpentis Ovi
Serpentis Ovi

Masculino

Número de Mensagens : 1205
Reputação : 67
Pontos : 5163
Humor : Administrador
Localização : Sintra

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Espiritismo

Mensagem  Convidad em Sex Dez 07, 2007 5:41 pm

obrigado por indicares o seu trabalho, é um autor que ate a data tanto nos deixou com o seu pensamento. Obrigado pela pequena bibliografia o que me faz reflectir um pouco sobre o contexto social politico e artistico em que ele viveu. (peço desde ja alguma intromissao). é interessante ver como um homem nascido em frança um pais que em 1808 vivia uma era tao conturbada com a revoluçao francesa iniciada apenas alguns anos de nascer que com novos ideais trouxe tambem em parte à frança uma sucessao de quedas de regencia de um pais (fim da monarquia, primeira republica, imperio, queda do imperio, revoluçao de julho em 1930, crise em 1848 e por ai a fora) como num pais tao instavel mas ao mesmo tempo muito cosmopolita (artistas e pensadores de toda a europa e estados unidos da america passam por frança neste seculo XIX, ao contrario de hoje em dia o frances era a lingua importante e farol da europa ao contrario de hoje em dia em k reina a lingua inglesa) mostra bem como ele tambem era um cosmopolita sendo importante na altura e frequente o falar varias linguas (basta ver a musica na altura a nivel operatica em como a opera italiana ia para paris, a opera francesa para italia , a musica germanica chegava a estes paises tbem etc... a cultura viajava imenso de pais para pais e obrigava em parte a uma pessoa ser uma verdadeira poliglota eheh). interessante a era em que ele se dedicou ao espiritismo coincide presisamente em que os ideais romanticos estavam ja completamente enraizados em frança. é digno de repararem que (eu sei nao paro de falar em musica dado que e a area que estudo mas a musica e opera na altura era um ponto de encontro e de convivio e nao apenas um espectaculo para se ver na epoca) como o seu interesse pelo espiritismo coincide com a altura em que na cultura (arte, literatura) vemos obras cheias do mundo do fantastico, do terror ( os argumentos de opera aparecem constantemente fanstasmas e seres extranaturais em palco). Foram todos estes ideais romanticos pelo lado mais obscuro do ser, pelo fantastico, por aquilo que nao vemos e por outro lado o seculo em que se começa a dar importancia em pserevar o passado com o nascimento de imensas ciencias (reparem que ciencias como a etnologia nascem aqui). desculpem esta pequena vagueaçao da mente sobre uma epoca que me fascina e que sobre um senhor que tanto influenciou o nosso pensamento espirita no seculo XX mas que acho imporatante lembrar-mos da epoca que viveu e como isso podera ter influenciado o seu pensamento ja que vivemos em sociedade Smile . abençoados sejam
avatar
Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Espiritismo

Mensagem  Admin em Sex Dez 07, 2007 9:01 pm

Sem sombra de duvida um grande senhor, só a titulo de curiosidade dedicou-se também ao estudo do magnetismo antes de explorar os fenómenos inquietantes da época, porem antes antes de Hippolyte Rivail houve também um precursor do Espiritismo, Emanuel Swedenborg que manifesta a sua mediunidade como vidente em 1787.
O caso de Gothenburg é famoso,onde o vidente (Emanuel Swedenborg) observou e descreveu um incêndio em Estocolmo, a 300 milhas de distância, com perfeita exactidão, estando ele num jantar com 16 convidados,que serviram de testemunhas.
Este caso foi investigado, inclusive, pelo filósofo Kant, que era seu contemporâneo.
Ele verificou, através da vidência,que o mundo espiritual, para onde vamos após a morte, se compõe de várias
esferas, representando graus de luminosidade e felicidade. Cada um de nós irá para aquela que se adapte à nossa condição espiritual. Somos julgados, automaticamente, por uma lei espiritual de similitudes. O resultado é determinado pelo resultado global da nossa vida, de modo que a absolvição ou o arrependimento no leito da
morte têm pouco proveito.
Verificou, nessas esferas espirituais, que o cenário e as condições deste mundo eram reproduzidos fielmente, do mesmo modo que a estrutura da sociedade.
Viu casas onde viviam famílias, templos onde praticavam o culto, auditórios onde se reuniam para fins sociais, palácios onde deviam morar os chefes.
A morte era suave, dada a presença de seres celestiais, que ajudavam os recém-chegados na sua nova existência.
Eles passavam, imediatamente, por um período de absoluto repouso. Reconquistavam a consciência em poucos dias.
Havia anjos e demónios, mas eram seres humanos que tinham vivido na Terra e que, ou eram almas retardatárias (demónios), ou altamente desenvolvidas (anjos). Levam consigo os seus hábitos mentais adquiridos,
as suas preocupações, os seus preconceitos. Todas as crianças eram recebidas igualmente, fossem ou não baptizadas. Cresciam no outro mundo. Jovens serviamlhes de mães até que chegassem as mães verdadeiras. Não havia penas eternas.
Os que se achavam nos infernos podiam trabalhar para sair de lá, desde que quisessem.
Os que se achavam no céu não tinham lugar permanente: trabalhavam por uma posição
mais elevada. Havia o casamento, sob a forma de união espiritual.
Ele fala da arquitectura, do artesanato, das flores, dos frutos, dos bordados, da arte, da música,
da literatura, da ciência, das escolas, dos museus, das academias, das bibliotecas e dos desportos.
Os que saíam deste mundo velhos e decrépitos, doentes ou deformados, recuperavam a mocidade e, gradativamente, o completo vigor.
Os casais continuavam juntos, se os seus sentimentos recíprocos os atraíam.
Caso contrário, era desfeita a união.
Isto por volta de 1790, quase 100 anos antes de aparecer o Espiritismo, com Allan Kardec.
É impressionante a similaridade de ambas as teorias num espaço de tempo de 100 anos, e na minha opinião pessoal mesmo que Kardec fizesse plagio a sua obra contem em si uma estrutura demasiada complexa dita pelo espirito instrutor apresentada no livro que referi acima.

Abençoados sejam! cheers
avatar
Admin
Serpentis Ovi
Serpentis Ovi

Masculino

Número de Mensagens : 1205
Reputação : 67
Pontos : 5163
Humor : Administrador
Localização : Sintra

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Espiritismo

Mensagem  Convidad em Sex Dez 07, 2007 9:13 pm

nao acredito tambem que tivesse plageado mas provavelmente tera ouvido relatos ou lido sobre isso. notavel o caso que demonstraste de 1787 uma era onde ainda o pensamento ilumista reinava e a noçao do belo como algo simples e claro. notavel realmente numa epoca em que embora ja se permitisse algumas coisas (refiro-me a intervençao da religiao) esse caso nao tenha tido consequencias mais desastrosas para o visionista.
a historia e um continuo no tempo e as pessoas nao inventam algo do nada algo sempre as inspirou quer seja um manuscrito e com base nisso fazer uma investigaçao e quem sabe no caso de alan kardec juntando o pensamento social da epoca aos "acasos da vida" talvez tenha lido algo sobre esse estudo e servido de base para ele proprio descobrir coisas novas tal como ele inspirou os que se lhe seguiram. Very Happy
avatar
Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Espiritismo

Mensagem  Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum