Ritual do Pilar do Meio

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Ritual do Pilar do Meio

Mensagem  Malux em Qua Mar 30, 2011 7:03 pm

Ritual do Pilar do Meio



1 Posicione-se de frente para o Poente (oeste).

2 Fique em pé (de preferência) e, na imaginação, eleve-se até o seu Kether – uma luz brilhante acima de sua cabeça. Imagine essa luz descendo para Daath, na base de seu pescoço, e dali para Tiphareth, em seu coração, no qual ele brilha como a luz do Sol e do qual irradia para as outras Sephiroth. De Tiphareth, a luz se dirige para Yesod, na região dos genitais, e dali para Malkut, no qual seus pés estão plantados.
Ao norte (direita), visualize Jakim, o Pilar Negro da Severidade. Ao sul (esquerda), visualize Boar, o Pilar Branco da Misericórdia. Assuma a si mesmo como o Pilar Central do Equilíbrio.

3 Perceba por sobre você o brilho de puro branco da Luz, a luz de Ain Soph Aur, descendendo de uma esfera localizada acima de sua cabeça.

Respire ritmicamente, pode ser inspirando, segurando, expirando, segurando, com quatro segundos cada, até adquirir algum relaxamento.

4 Volte sua atenção para a parte superior de sua cabeça e visualize ali, pairando no ar e não se encostando à mesma, uma esfera de luz resplandecente. Ao expirar vibre o nome divino AHIH (que se pronuncia Eh-he-yeh ). Repita isto até que tenha a “sensação” de que a esfera que representa Kether está ali.

5 Ao expirar visualize que a esfera emite um raio de luz que atravessa o crânio e desce pelo pescoço para ali formar uma segunda esfera de cor cinzento claro: Daat. A vibrar o nome divino IHVH ALHIM (que se pronuncia Yod-he-vau-he E-loh-heem) visualize a esfera vibrando e aumentando em luz. Repita isto pelo menos 4 vezes.

6 Ao expirar visualize que a esfera emite um raio de luz que atravessa o peito e desce ate o plexo solar para ali formar uma terceira esfera dourada: Tiphareth. A vibrar o nome divino IHVH ALOH V’DAAT (que se pronuncia Yod-he-vau-he El-oah ve-
Da-ath
) visualize a esfera vibrando e aumentando em luz. Repita isto pelo menos 4 vezes.

7 Ao expirar visualize que a esfera emite um raio de luz que atravessa o abdômen e desce ate o órgão genital para ali formar uma quarta esfera roxo escuro: Yesod. Ao vibrar o nome divino ShDAI AL ChAI ((que se pronuncia Shah-dai EI Chai) visualize a esfera vibrando e aumentando em luz. Repita isto pelo menos 5 vezes.

8 Ao expirar visualize que a esfera emite um raio de luz que desce pelas pernas até os pés para ali formar uma quinta esfera verde escuro: Malkuth. A vibrar o nome divino ADNI HÁ’ARETz (que se pronuncia Ah-doh-nai ha-Ah-retz)visualize a esfera vibrando e aumentando em luz. Repita isto pelo menos 5 vezes.

9 Assim as esferas foram estabelecidas no campo áurico do praticante.
Imagine o pilar do meio formado.

10 Usando os ciclos de respiração, visualize a energia subindo pelo lado direito do seu corpo enquanto inspira e descendo pelo lado esquerdo enquanto expira, de Malkuth até Kether e vice-versa. Depois de repetir isso por algum tempo, visualize a mesma energia subindo pela parte de trás de seu corpo enquanto inspira e descendo pela frente do seu corpo enquanto expira, repita por mais algumas vezes.

11 Ainda utilizando a respiração rítmica, visualize um raio de luz subindo pela Coluna do Meio, no centro de seu corpo. Quando alcança Kether, imagine uma chuva de luz em volta de você à medida que desce a Malkuth novamente. Circular a energia dessa forma por algum tempo.

12 Faça a Cruz Cabalística para indicar que você invocou a Luz de seu Kether e equilibrou-a em sua aura.


[/b]

Esta é a parte pratica por detrás do ritual, os seus fundamentos se seguirão...

___________________________________
"Ó homem, conhece-te a ti mesmo e conhecerás os deuses e o universo"
avatar
Malux
Mestre
Mestre

Moderador | Mérito Qualidade |
Masculino

Número de Mensagens : 285
Reputação : 8
Pontos : 391
Localização : Lisboa

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Ritual do Pilar do Meio

Mensagem  Malux em Ter Abr 05, 2011 9:18 am



O ritual do pilar do meio era uma das praticas bases da ordem golden Dawn, e qualquer ocultista sério deve pratica-lo pelo menos 3 vezes por semana (a não ser que tenham outro sistema), sendo aconselhável a pratica diária.



O nome do Pilar meio veio de uma referencia a arvore da vida.
A arvore da vida pode ser vida em três pilares, esquerdo, centro e direito.
Neste ritual trabalhamos com o pilar do meio, e especificamente com as esferas número 1, seis, nove e dez.
Também usamos a sephira Daath não é representada por nenhum número.

A esfera da arvore da vida e os respectivos nomes divinos associados utilizados no ritual do Pilar do meio:

1. Kether-Yechidah
"AHIH (pronounced "Eh-he-yeh)

Daath-The Link
"YHVH ALHIM ("Ye-hoh-voh E-loh-heemn)

6. Tiphareth-Ruach
"YHVH ALOAH ve-DAATH ("Ye-hoh-voh El-oah ve-
Da-ath)g

9. Yesod-Nephesh
"SHADDAI AL CHAI" ("Shah-dai EI Chain)9

10. Malkuth-Body
"ADNI HARTZ" ("Ah-doh-nai ha-Ah-retz")


Um das principais utilidades do ritual é alinhamento com o nosso Eu Superior.

Modos extremos de pensar e comportamento são características do homem involuído.
O segredo da sabedoria também pode ser captado num lugar de poder balanceado, isso é o ponto entre os pilares extremos.
Altos ideias das mais altas esferas como justiça, tolerância e amor vêem de uma posição de equilíbrio.
A capacidade de justiça tendo em conta os dois lados, a tolerância para compreender as diferenças, sentir o amor em unidade.

É preciso desenvolver a habilidade de se deixar não abalroado pelo tombar do pêndulo, e conseguir equilibrar e desviar o pêndulo a belo prazer.
É capacidade igual de ser capaz de ser passivo ou activo, ser interessando ou desinteressado a vontade, e não ser controlado por uma compulsão emocional.


No entanto o ritual do pilar do meio está longe de ser uma ritual puramente espiritual.

O pilar do meio é uma espécie de despertar da kundalini ocidental, para quem não sabe kundalini é experiencia que se passa quando se desperta os chakras.

Algumas diferenças entre dois são claras, enquanto a técnica yogue começa a meditação desde do chakra mais baixo e trabalha subindo as energias de baixo para cima até o Sahasrara sobre a cabeça., o pilar do meio trabalha a energias de cima para baixo de Kether até Malkuth.



Ao contrário da versão oriental “kundalini” o ideal não é escapar do corpo mas ficar cada vez mais involvido na vida, de forma a experienciar de forma adequada, e de forma a obter domínio sobre ela.



Uma dos aspectos do trabalho mágicko que é muitas vezes negliciando é a abertura e desenvolvimento dos centros de energia do corpos subtis do mago.
O rital do pilar é processo de despertar e balancear vários chakras, e os chakras tal como os músculos podem ser treinados.

O ritual do meio deve ser usado quando precisas de elevar energia para algum propósito, já que quando chakras são energizados pela vibração do nomes divinos ficam mais susceptíveis a captar cargas energeticas.
O pilar do meio é uma espécie de aquecimento para os chakras, removendo as energias mais densas que se formam a volta dos mesmos.
No ritual também é marcada uma conexão e fortalecida uma interligação entre chakras, permitindo que as energias fluam mais facilmente de um chakra para o outro.

De forma geral, o ritual do pilar do meio é bom para aumentar a potência de qualquer ritual.
Assim o ritual do pilar do meio é útil por exemplo no carregamento de talismãs.
Invocamos algo tipo de força desejada, e depois por meio ritual do pilar do meio nos tornamos-mais susceptíveis a submerge-la dentro das profundezas da nosso psique.
Por fim, através da consagração do talismã selamos a essa força no talisma e uma ligação é formada entre o talismã e nós, torna-o como veículo para atrair esse determinado tipo de energias para a nossa vida.


Ainda há uma outra característica que precisa merecer mencionado.
Muitos ocultistas usam métodos de estimular determinados chakras que são em determinada medida são amadores e incompletos.
Uma vez uma chakra estimulado a energia circula para trás e para frente com grande medida, e se ao menos que haja algum método para distribui-la ou aliviar a pressão, pode haver um sobre-estimulo que pode ter consequências prejudiciais.


O ritual do pilar do meio aliva esse problema ao fortalecer a ligação entre os chakras, e assim permitir que a energia circule mais facilmente através do corpo energético.


Ao interligares os diferentes energéticos usados do ritual, estás a tornar mais fácil a interacção entre os diversos mundos vibracionais.
Há pessoas que têm o divino separado do material, outras o material separado do divino, o ideal é teres todos interligados.
Cada esfera usado no ritual corresponde a um diferente mundo vibracional, Kether ao mundo divino,
Kether corresponde ao mundo Divino, Tiphereth ao mundo mental, Yesod ao mundo astral, e Malkuth ao mundo material.


___________________________________
"Ó homem, conhece-te a ti mesmo e conhecerás os deuses e o universo"
avatar
Malux
Mestre
Mestre

Moderador | Mérito Qualidade |
Masculino

Número de Mensagens : 285
Reputação : 8
Pontos : 391
Localização : Lisboa

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum