Consagração de instrumentos mágickos

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Consagração de instrumentos mágickos

Mensagem  Malux em Dom Maio 01, 2011 11:19 pm

Um objecto por si, um pentagrama, um athame, um baralho de tarot, seja que
o for dificilmente têm poder mágicko sem antes ser consagrado.

O acto de consagrar é o acto de dedicar um objecto para um único propósito, é de criamos um vínculo com um aspecto particular da nossa psique.
É isso que objectos mágickos são, uma extensão de ti, aos consagrar estás a deixares-lhe um pedaço da ti e da tua vida.
Por isso é que no momento consagração deves juntar ao objecto parte do teu sangue ou fluidos sexuais que contêm parte da tua energia vital.

Ok, mas antes um objecto ser consagrado, ele precisa ser purificado.
Além da assinatura energética que o objecto teve quando foi criado ou que foi naturalmente formada ao longo do tempo, eles também recolhem energia e influências de vários ambientes do mundo interno ou do contacto pessoal.

No processo de purificação, tu certificaste que não há influências indesejadas presas ao instrumento, colocando-o numa posição mágicka neutra para que ele servia como receptáculo das forças e do propósito que lhe pretendes dedicar.

No processo de purificação devesse usar água e sal.
Porque água e sal?
O sal é conhecido absorvente de energias e água correspondendo ao elemento água constitui de todos elementos, o elemento mais indicado para a consagração.
A água quando coloca no recipiente toma-lhe a forma, e é isso o elemento água junto com sal vai fazer, tomar as formas ou propósito actual do instrumento.

Claro enquanto as gotas de água são derramados sobre o instrumento, alguma espécie de oração que indique a vontade deve ser expressada como:
“Sal e água,
Interior e Exterior,
Alma e Corpo,
Fica Limpo e Livre de todo Erro,
Sai fora tudo que é prejudicial,
O visível e o não invisível,
O vivo e o não vivo”

O meio mais inútil de consagração é alguém se limitar a dizer algo como “eu te consagro em nome da Entidade (inserir nome qualquer)”.
As palavras só por si não têm nenhum poder se elas não forem faladas directamente
para os mundos interiores ou subconsciente por onde a magia opera.
Para se conseguir entrar em contacto com mundos interiores é preciso entrar gnosis ou como quem diz um estado alterado de consciência.
Claro é que se algo possuir de antemão uma profunda ligação e conexão com uma entidade, talvez uma simples conjuração chegue para entrar em gnosis.

Há dois caminhos aconselhados para entrar em um estado alterado de consciência,
pelo caminho da vida e pelo caminho da morte.

O caminho da vida é feito pelo método da excitação dos sentidos… excitação sexual, excitação por meio de emoções intensas, pela dança, pelo canto ou qualquer droga que provoque excitação.
O caminho da morte é feito por métodos inibitórios, pela concentração intensa (meditação ou foco intenso num objecto), pela imobilidade, pelo cansaço, pela exaustão, pela hipnose ou por qualquer tipo de droga inibitória.

Também que na consagração uma declaração de vontade deve ser expressa, conforme a natureza que se pretenda para o instrumento. Por exemplo, se quisermos dedicar um instrumento a adivinhação elementos simbólicos e entidades correspondentes a adivinhação devem ser usadas no intento.

Após a consagração, uma adição desejável é a adição de sigilos ou caracteres de qualquer alfabeto mágicko desenhados ou cravados no instrumento que também correspondam com o seu propósito.

Por fim, para maximizar o ritual de consagração devem se ter em conta as luas.


Bem esta é minha visão sobre a consagração, estejam a vontade para criticar ou adicionar algo, ou até a vossa forma alternativa de consagração.





___________________________________
"Ó homem, conhece-te a ti mesmo e conhecerás os deuses e o universo"
avatar
Malux
Mestre
Mestre

Moderador | Mérito Qualidade |
Masculino

Número de Mensagens : 285
Reputação : 8
Pontos : 391
Localização : Lisboa

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Consagração de instrumentos mágickos

Mensagem  Admin em Dom Maio 08, 2011 7:37 pm

A minha maneira também é muito semelhante e ao mesmo tempo diferente. Primeiramente faço uma meditação para mudar de frequência cerebral, também envolve a invocação das forças subtis inerentes ao propósito. Depois uma oração que visa purificar os catalisadores que vou utilizar para representar os quatro elementos. Após estarem devidamente consagrados a essas poderosas energias passo o objeto em questão pelos catalisadores simbólicos acompanhado o procedimento com visualização, verbalização e sinais ligados ao propósito. Contudo, utilizo os nomes e os sinais das minhas Divindades, pois canalizo a sua essência, aquilo que representam, afim de potencializar o instrumento.
Resumidamente e sem pormenor, é assim que o faço.

Gada Hamun!

___________________________________
Admin
avatar
Admin
Serpentis Ovi
Serpentis Ovi

Masculino

Número de Mensagens : 1205
Reputação : 67
Pontos : 5163
Humor : Administrador
Localização : Sintra

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum