Diários da inconsciência

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Diários da inconsciência

Mensagem  Malux em Sab Set 17, 2011 4:00 pm

Eu quero fazer neste post é um paralelo entre diário de sonhos e outro tipo experiência que podíamos chamar de "diário de inconsciência".
Os sonhos têm muitas semelhanças com outras facetas da nossa vida.

É uma pratica comum no meio ocultista recordamos os sonhos que temos todas as noites.
Assim estabelecemos uma relação do inconsciente dos reinos dos sonhos com a mente consciente e trazemos o reino para domínio do consciente,
como também procuramos detectar padrões sublimes do nosso inconsciente que se manifestam nos sonhos.

Este é um método importante para alcançarmos o sonho lúcido.
No sonho normal somos levado ao ritmo da maré e não temos qualquer tipo de controle sobre ele, enquanto por contraste no sonho lúcido ficamos conscientes e no controlo do sonho.

Várias tradições místicas enfatizam a importância de despertar. Eles ensinam que maioria vive num estado de inconsciência tal se estivéssemos numa espécie de sonho não lúcido.
Os budistas tibetanos dão valor especial ao sonho lúcido como meio de chegar a descoberta da própria pessoa.
Tarthang Tulku escreveu que "é uma grande vantagem perceber que um sonho enquanto estamos sonhando" e que "podemos usar o que sentimos nos sonhos para desenvolver uma atitude mais fléxivel" e também "para aprender a nos modificar".


Eu acredito que isso é mais ou menos verdade, especialmente nos adultos. Reparem as crianças ainda estão num processo aprendizagem, ainda não têm as conexões neurais formadas e por isso são mais livres.
O nosso "cérebro adulto" já milhões de conexões neuras formadas, um passado (onde se baseiam decisões) muito mais extenso, existem mais crenças mais profundamente enraizadas e mecanismos padronicos de comportamento estabelecidos.
A nossa mente no seu aspecto material foi uma ferramenta de sobrevivência que foi desenvolvido ao longo anos, subjugada essencialmente a servir os valores de sobrevivência e reprodução da espécie
(Darwin é valioso).
O nosso comportamento que é maioritariamente guiando por essa mente e é muito mais automático do que pensamos e nós agimos muito mais como umas máquinas automatizadas do que pensamos.
Assim nós somos inconscientes na medida em seguimos comportamentos automatizados guiados pelos mecanismos de instinto e sobrevivência/reprodução, sem estarmos conscientes que não estamos a agir de forma deliberada em vez de uma forma pré-programada.

Eu acredito que é uma das melhores para descobrimos como estes mecanismos de sobrevivência e reprodução funcionam é estudarmos as outras espécies animais e vermos as semelhanças que possuímos com elas.
Se estudarem verão que até temos bastantes semelhanças com os "animais menos complexos".

->
Ex 1: Já foram feitos bastantes estudos que provaram que abelhas também têm um mecanismo de detecção de padrões, embora não tão complexo como o dos humanos.
Assim uma abelha quando detecta a partir dos seus mecanismos de sobrevivência um padrão no meio (como o caminho de um labirinto que leva a achar um pote de mel) ela seguirá automaticamente
sempre esse padrão pré-estabelecido que a leva pelo suposto caminho que conduz ao pote de mel.
As abelhas inclusive têm a capacidade de detectar rostos, a partir dos mecanismos padronicos.
->

->
Ex 2: Estes mesmos mecanismos de detecção padrónicos nós leva a decisões que não queremos.
Se estivermos as experiências erradas então vamos criar padrões errados de comportamento baseados nos dados errados.
Um dos exemplos mais ilustrativos disso é quando uma mulher é violada na infância, e depois futuramente têm automaticamente problemas em se relacionar com homens.
Um jovem que de 17 anos que andou juventude hitleriana apreendeu através do meio que pode se ter tornando intolerante com Judeus sem ter outra escolha.
Existem infinitos exemplos de como esses mecanismos de sobrevivência podem funcionar contra nós e contra a nossa vontade.

Nota: O mecanismo de detecção de padrões não têm nada de mal se forem usados de acordo com a nossa vontade. Falarei mais adiante o que penso a respeito disso.
->


Eu acredito que somos parte animal e parte não animal.
Reparem a espécie humana é uma espécie que adopta de livre vontade comportamentos que evidentemente não possuem valor inerente de sobrevivência e reprodução.
A arte e o pensamento abstracto é um dos maiores exemplos disso. Houve até vários grandes artistas que até não levaram uma vida muito confortável por amor a arte.

O que nós não devemos é confundir a nossa realidade animal com a nossa realidade não animal.
Até o Platão confundi o padrão em comum que detectamos em objectos da mesma índole como a ideia perfeita.
Com o que sabemos hoje em dia pelos vistos até as abelhas são capazes de alcançar a ideia perfeita de um objecto.
Não sejam como o Platão e estudem os animais até a exaustão como os Egipicios fizeram (Embora coise Rolling Eyes a maioria dos egipcios eram rigth path e formularam os Deuses com corpo humano e cabeça de animais. ).
Assim Darwin e sua teoria nós podem ajudar a descobrir a nossa verdadeira natureza mais facilmente do que Biblia cristã o faria.


Com isto não estou que a natureza animal é algo mau que devemos combater a todo custo, mas digo antes que é algo que devemos dominar a natureza segundo a nossa vontade em vez de sermos dominados por ela.
Um dos exemplos perfeitos disso é que a espécie humana faz sexo não reprodutivo.
Nesse caso apesar de estarmos a usar um dos mecanismos da natureza a favor da nossa vontade e não pelo valor instintivo de reprodução.

Estamos a manipular a natureza para os nossos fins, com preservativos e pílulas; criações humanas.
É claro a igreja e outros cultos malucos são contra isso.


As vezes até se faz do sexo juntamente com a imaginação como se obra artística se tratasse onde se pintam inúmeros fetiches.
A partir magia sexual também se acede a outro tipos de energias como a kundalini.
Enfim há inúmeros usos humanos do sexo que se afastam completamente do sexo como um instrumento puramente reprodutivo.

A natureza também não é algo que se deve manter distância ou abstinência total como pregam determinadas seitas porque isso conduz inconsciência. Pelo contrário quanto mais estivermos conscientes da natureza e quanto mais a conhecermos intimamente através do contacto directo mais teremos poder de controlo sobre ela. O Da Vinci criou uma máquina que voava observando o voo dos pássaros.

É perigo ter atenção aos inúmeros cultos que valorizam e conduzem a inconsciência.
Uns tentam eliminar a vontade humana ao quererem que ela seja subjugada completamente perante a natureza.
Outros não fazem tanto uso da natureza mas oferecem e um número de regras e valores pré-estabelecidos a que o ser humano deve obedecer.
É como o Deus Cristão, se ele tivesse criado o mundo em 6 dias e descansado ao 7 então isso indicava que ele criou o mundo num ponto fixo e que toda criação já estava pré-estabelecida. Isso significaria que a criação já estava completa e que o mundo estaria morto.
Pelo contrário, o mundo é mais dinâmico e está constantemente num estado de criação contínuo.

Segundo a teoria da evolução até alguns repteis desafiaram a lei da gravidade e conseguiram desenvolver estruturas biológicas para voarem. Mais tarde os humanos fizeram o mesmo com a tecnologia.
Assim mesma forma que o mundo também se pode pensar que o ser humano também se pode auto-criar a cada momento e não necessita ser um reflexo do passado.


Pronto é isto.
Esta conversa toda foi para lançar o pensamento "porque não podemos fazemos um diário onde escrevemos os nossos estados de inconsciência durante o dia para apreendemos a despertar tal como fazemos com os sonhos que temos durante a noite? Se quando tornamos lúcidos num sonho alcançamos completo domínio da realidade de um sonho, imaginem só o domínio que talvez possamos alcançar na vida real.".













___________________________________
"Ó homem, conhece-te a ti mesmo e conhecerás os deuses e o universo"
avatar
Malux
Mestre
Mestre

Moderador | Mérito Qualidade |
Masculino

Número de Mensagens : 285
Reputação : 8
Pontos : 391
Localização : Lisboa

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum