Balança

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Balança

Mensagem  DaemoniumMalledictum em Ter Jul 12, 2011 1:44 pm



Planeta: Vénus[1]
Pedras: safira e turquesa
Cor: azul e verde
Plantas: rosa, freixo e cipreste
Metal: cobre
Dia da semana: Sexta-feira
Muito pessoal: as chaves


[1] Vénus: Está associado ao amor, sensibilidade, beleza, harmonia, arte e bens materiais e espirituais. Há uma estreita ligação entre este planeta e o luxo, ou a simples ornamentação, bem como em prazeres materiais. É regente de Touro e Balança. A sua função é estabelecer relacionamentos, buscar harmonia, atrair as pessoas, promover bem-estar e conforto. Capacidade de amar, obter prazer, satisfação, gosto pelas coisas boas da vida, vontade de ficar bonito, importar-se com a aparência e as boas maneiras. Preguiça, irresponsabilidade, dependência exagerada, parasitismo, comodismo, capacidade de entrega, não quer fazer nenhum esforço; sedução para obter o que quer, tendência para a luxúria.


O símbolo deste signo é uma balança e está associado a Temis, deusa da justiça, mãe das Horas e filha do Céu e da Terra. Foi amante de Júpiter e foi desse amor que nasceram as Horas. Por suas virtudes e qualidades, Temis foi respeitada por todos os deuses, até mesmo pela implacável Juno. Sua grande sabedoria só era comprável à de Minerva e suas opiniões eram sempre acatadas. Os pratos iguais da balança de Temis indicam que não há diferenças entre os homens quando se trata de julgar os seus erros e acertos. Também não há diferenças nos prémios e castigos; todos recebem o seu quinhão de dor e de alegria. Assim, este é um signo de igualdade e justiça, de imparcialidade e de minucioso rigor. Os seus nativos são amáveis, amam a beleza e as artes, a alegria e o prazer. Guardam, porém, um pouco da postura altiva da orgulhosa Temis...

O Ar significa a circulação de ideias, a passagem para a vida social e intelectual, a cerebralidade e a abstracção, a instabilidade e as ideias a prevalecer sobre a acção. Os signos de Ar são tradicionalmente o menos emocional dos quatro grupos. Tendem a valorizar compatibilidade mental no romance, mais do que a paixão ou a aparência. Adoram conversar e discutir os seus pensamentos. Mas ter novas ideias é, de longe, mais aliciante do que pô-las em prática. Gostam particularmente da companhia de outros signos do Ar, ainda que tenham dificuldades em expressar sentimentos. Geralmente, é-lhes difícil comprometerem-se em algo ou com alguém, pois poderão mudar de opinião mais tarde. Os signos do Ar sentem-se infelizes em relações claustrofóbicas, por isso dão-se excelentemente entre si. Será pouco provável que façam exigências emocionais que não possam ser satisfeitas. O Ar é o elemento que se associa ao sistema de sobrevivência do corpo. Regula o pensamento, a respiração e a adaptação do indivíduo ao meio ambiente. Quando em equilíbrio numa carta, o elemento Ar permite ao indivíduo analisar racionalmente as suas necessidades emocionais e físicas e transformar hábitos de saúde pouco saudáveis de modo inovador. Os nativos que têm Ar como elemento dominante têm inclinação para viverem no seu mundo. Apesar de poderem ser muito inteligentes, podem estar completamente desligados dos seus corpos. São mentalmente hiperactivos e sofrem ao conduzirem o seu sistema nervoso sobrecarregado até à exaustão. O descanso, a relaxação e mudanças frequentes de ambiente são necessárias para prevenir preocupações e ansiedades. O Ar é o menos tangível de todos os elementos; assim, não será talvez surpreendente que muitos signos do Ar não gostem de ser tocados. Para eles, o sexo é uma forma de comunicação; uma ligação intelectual é muito mais importante do a atracção física. A forma mais rápida de seduzir um signo do Ar, versátil e vivo, é permitir-lhe que fale. De facto, os preliminares de um signo do Ar consistem muitas vezes em diversas horas de conversa.

O elemento Ar em conjugação com Vénus, o planeta regente, faz destes nativos pessoas muito críticas e amantes da justiça. Este espírito faz com que analisem o belo e o verdadeiro, tanto nas ideias como nos sentimentos. Talvez por isso sejam especialmente dotados para as artes em geral. Tem de viver e trabalhar em grupo e o seu maior sentimento é o de justiça. Os problemas dos outros não são vistos por si sob a sua óptica mas sempre sob o ponto de vista das pessoas envolvidas. Calorosos, generosos e hospitaleiros.

Balança é o signo da justiça (isto é, capaz de uma justa divisão dos bens, direitos e deveres), da procura do equilíbrio, da harmonia, que podem levar a pessoa nascida sob este signo a tomar a seu cargo compromissos excessivos. Equilíbrio, harmonia, justiça e precisão, equidade, sociabilidade, refinamento, beleza. Todas as funções relacionadas com a justiça dizem respeito, de perto ou de longe, ao nativo de Balança. Também é um esteta e um hábil diplomata. Temperamento equilibrado ou em busca de equilíbrio, de justa medida. Tendência para desconfiar de qualquer compromisso definitivo. Não admite relações de força. Sentido do poder, mas baseado numa vontade subtil de impor a sua lei respeitando as necessidades e sentimentos dos outros. Sentido inato da lei, concretamente da ordem social, mas com uma preocupação máxima de justiça e equidade. Natureza refinada, doce, compreensiva, delicada e afectuosa. Carácter calmo, sociável, amável, às vezes hesitante ou indeciso. Aspira à harmonia nas relações serenas baseadas no mútuo respeito e estima. Espírito crítico, perfeccionista e susceptível, sensível à arte, aos adornos, à beleza plástica. Psicologicamente, este signo corresponde à tomada de consciência da independência e das opções que implica. A partir daí, é como se o nativo deste signo se tivesse de preparar para se converter num ser independente, preservando ao mesmo tempo as suas experiências. A procura do compromisso está sempre presente. Do mesmo modo, os preparativos para a acção predominam sobre a acção em si. No amor exclui toda a relação passional. Os seus sentimentos submetem-se ao seu espírito lúcido, ao seu sentido estético e à sua necessidade vital de harmonia.

Equilíbrio, harmonia, justiça e precisão, equidade, sociabilidade, refinamento, beleza. Todas as funções relacionadas com a justiça dizem respeito, de perto ou de longe, ao nativo de Balança. Também é um esteta e um hábil diplomata. Temperamento equilibrado ou em busca de equilíbrio, da justa medida. Tendência para desconfiar de qualquer compromisso definitivo. Não admite relações de força. Sentido do poder, mas baseado numa vontade subtil de impor a sua lei respeitando as necessidades e sentimentos dos outros. Sentido inato da lei, concretamente da ordem social, mas com uma preocupação máxima de justiça e equidade. Natureza refinada, doce, compreensiva, delicada e afectuosa, carácter calmo, sociável, amável, às vezes hesitante ou indeciso. Aspira à harmonia nas relações serenas baseadas no mútuo respeito e estima. Espírito crítico, perfeccionista e susceptível, sensível à arte, aos adornos, à beleza plástica. Psicologicamente, este signo corresponde à tomada de consciência da independência e das opções que esta implica. A partir daí, é como se o nativo deste signo se tivesse de preparar para se converter num ser independente, preservando ao mesmo tempo as suas experiências. A procura do compromisso está sempre presente. Do mesmo modo, os preparativos para a acção predominam sobre a acção em si. No amor exclui toda a relação passional. Os seus sentimentos submetem-se ao seu espírito lúcido, ao seu sentido estético e à sua necessidade vital de harmonia.

O Balança apaixona-se pelo amor. As relações amorosas são o centro do seu mundo e despende muita energia para atingir a harmonia. As relações românticas são virtualmente uma forma de arte, mas surgem problemas quando entra em campo a habilidade inata mais tomar uma decisão definitiva sobre uma relação. Apaixonar-se faz parte da natureza do Balança, cuja razão de viver se centra em relações felizes e duradouras. Para ele, a vida sem amor não tem sentido, pois não consegue funcionar plenamente se não tiver alguém especial no seu coração. Deseja a segurança emocional proporcionada pela sensação de estar apaixonado. Como resultado, o Balança pode apaixonar-se pela ideia de amor, confundindo enfatuação com a realidade. Existem inúmeros Balanças que se casaram apressadamente e viveram lamentando tê-lo feito. Preferem suportar uma relação infeliz do que terminá-lo e voltar a viverem sozinhos. O romance poderia ter sido inventado pelo Balança, que usa de tudo, desde poesia a jantares caros, para conquistar o parceiro pretendido. É um flirter nato, mas raramente muda mesmo quando encontra o amor da sua vida. Em vez disso, quer experimentar relacionar-se com outras pessoas para provar que não perdeu o jeito. O Balança é um dos signos mais atractivos. Gosta do que é bom na vida e assegura-se de o seu companheiro também goste.

Não suportam a solidão e procuram sistematicamente alguém com quem partilhar a vida. A sua relação ideal baseia-se na confiança e na tranquilidade. Mas, é evidente, isso não deixa de ser um sonho que nem sempre cumpre. A sua tendência para se apaixonarem repentinamente pela primeira pessoa que aparece não lhes facilita as coisas, como tão-pouco a sua indecisão e o seu elevado nível de exigência. Ao fim de cinco minutos descobrem algo que falha, um gesto, uma palavra, qualquer coisa, e já está: perdem todo o interesse. A influência do regente Vénus sobre Balança faz-se sentir em muitos aspectos e converte os nativos deste signo em amantes quase perfeitos. Sabem conciliar a delicadeza com a sensualidade, odeiam a brusquidão, adoram tudo o que é raro e, como não poderia deixar de ser, desfrutam ao máximo os prazeres refinados. Em geral, são mais românticos do que apaixonados. Inclusive, alguns Balança podem parecer afectados ou demasiado subtis. Para muitos nativos de Gémeos, Aquário ou Leão valerá a pena arriscarem e deixarem-se seduzir por eles.

A tendência básica do Balança é a busca de equilíbrio e harmonia com as outras pessoas, fazendo-o mesmo que perca de vista os seus próprios interesses. Um Balança pode ser apanhado "entre gregos e troianos", mas é o diplomata ideal, sempre preparado para negociar um acordo entre as facções inimigas, ou a propôr um tratado de paz aos parceiros desavindos.

LADO POSITIVO - A personalidade do Balança é acessível, charmosa e agradável. Para o nativo deste signo, as relações pessoas são o mais importante; simplesmente não consegue viver sem os outros, sendo um óptimo anfitrião. Balança é um signo que valoriza a paz - muitas vezes a qualquer preço - e que tem um espírito muito aberto; as outras pessoas gostam de estar perto de um Balança, porque este irá sempre procurar um compromisso quando uma discussão está ameaçada (embora aqueles que lidam com um Balança devam lembrar-se que as coisas nem sempre são o que parecem - um Balança pode "dar a volta", completamente, a quem quiser).

LADO NEGATIVO - A famosa indecisão do Balança faz com que ele se sente à espera, ou salte incansavelmente de um ponto de vista para outro. Não é, assim, o signo de maior confiança, sendo muitas vezes acusado de ter duas caras. É talvez menos conhecido o facto de Balança ser um signo muito virado para si mesmo, insistindo sempre em impôr a sua opinião. O Balança consegue sempre aquilo que quer, nem que para isso tenha de recorrer a truques desleais. Mas uma certa relutância preguiçosa em sujar as mãos pode atrasar a concretização de muitos dos seus planos.

Os nativos de Balança são conhecidos por serem acomodados e ajustarem-se rapidamente às necessidades dos outros, de modo a que podem ser amantes maravilhosos, embora algo passivos. A melhor maneira de chegar ao seu coração, contudo, é através da sedução. Um jantar romântico à luz de velas ou um galanteio ajudarão a derreter o seu gelo exterior. Essencialmente lento na tomada de decisões, o Balança receia ficar preso nas exigências emocionais e físicas de uma relação íntima. Efectivamente, esta combinação cria um dilema para ele: mais do que qualquer outro signo, o Balança sente necessidade de uma relação, apesar de muitas vezes ser quase impossível escolher entre dois amantes ou decidir se deseja envolver-se emocionalmente com alguém. Sexualmente, os nativos de Balança são motivados pela busca do parceiro perfeito, não sendo raro encontrar Balanças que sublimam as suas necessidades emocionais numa romântica teia de fantasia que tem pouca ligação com a realidade das suas experiências. Esta teia, por sua vez, serve apenas para aumentar a confusão em relação ao amante que procuram. Tudo isto pode cristalizar em maturidade; mas o mesmo pode acontecer quando se apercebem que o mundo não é tão ideal como originalmente pensaram. Todo o tipo de experiências sexuais pode conduzir a esta busca; em alternativa, podem optar pela abstinência completa. Os Balanças procuram o prazer; aqueles que tenham uma relação satisfatória poderão passar horas a acarinhar o seu parceiro.

Os Balanças, em geral, gostam de actividades que envolvam interesses culturais, mas o seu sentido natural de equilíbrio impede-os de se envolverem demasiado num assunto. Sentem-se mais felizes com um olhar largo sobre as artes; gostam de espreitar as galerias de arte, bem como ir às compras, comer uma boa refeição e encontrar-se com amigos. A companhia é importante para os Balanças que, com o seu charme fácil, sabem como fazer amigos. Têm aquela mistura rara de calor e distanciamento que dá origem a ligações de amizade harmoniosas e duradouras. Pertencendo a um signo cardeal, os Balanças - especialmente as mulheres - têm um lado agressivo, para além de muita energia para porem tudo em movimento. Têm mentes ágeis e, embora alguns possam limitar-se a tentar agradar aos outros, a maioria tem opiniões fortes. Se não conseguem convencê-los das suas razões, acabam por mudar para amigos mais receptivos. No fundo, os Balança procuram a harmonia; não se ofendem com facilidade e têm uma atitude agradavelmente inteligente em relação à vida. Podem irritar alguns dos signos mais fortes do Zodíaco quando mostram indecisão, mas logo que tomem uma decisão dedicam-se de alma e coração ao assunto.

COMPATIBILIDADE - Os Balanças geralmente evitam os signos da Água, porque não gostam de dramas emocionais. Podem, contudo, ter uma surpreendente amizade com Peixes, com quem partilham o gosto pelas actividades artísticas. Gostam dos signos do Ar, particularmente de Gémeos e Aquário. Dos signos do Fogo, os Leões são bons amigos, os Sagitários, mais filosóficos do que físicos, também são compatíveis.

Os Balanças têm tendência para usarem a sua habilidade diplomática para persuadirem os outros a darem-lhes exactamente o que eles querem. Podem ser extravagantes em relação ao dinheiro, gastando-o em coisas que lhe dão prazer. Eu equilibro, afirma o nativo de Balança: mas é muitas vezes o gerente do banco que tem de resolver as contas dos lindos objectos que os Balanças gostam de comprar. Não se deixe enganar pela indecisão dos nativos de Balança. Geralmente indica que estão a pesar as opções, ou a pensar em voz alta. Os Balanças são, na realidade, estrategas notáveis; e, logo que tenham tomado uma decisão, podem muito bem ser ambiciosos e bem sucedidos na área financeira que escolheram. Apesar de toda a habilidade diplomática e delicadeza, os Balanças precisam de objectivos, mas preferem defini-los em sociedade. Têm uma profunda noção dos objectivos dos outros e, em consequência, exigem a sua máxima cooperação. No que diz respeito a ganhar dinheiro, são muitas vezes apanhados entre o ideal de um mundo equilibrado e harmonioso, e a realidade (que eles vêem como) imperfeita, onde só os mais fortes sobrevivem. Depois de conseguirem incutir as suas ideias nos outros (o que muitas vezes fazem através do dinheiro), agem segundo a sua vontade, o que pode parecer desonesto aos olhos daqueles que não partilham desta visão da vida. Os Balanças gostam muito de qualidade e valor. Os objectos de beleza servem para tornar aceitáveis os momentos mais difíceis da vida, tornando o mundo um pouco mais harmonioso e contribuindo para a sua auto-estima. Para o conseguirem, podem ser extravagantes ou mesmo egoísta.

Devido à consciência que têm das necessidades das outras pessoas, os Balanças sentem-se felizes em situações profissionais que exigem um ponto de vista equilibrado. Trabalham igualmente bem em sociedades que exigem uma atitude de partilha, fazendo muitas vezes mais do que lhes era exigido para evitarem confrontos desagradáveis ou para restabelecerem a paz numa discussão. Para os Balanças, o relacionamento social é quase uma carreira em si mesma. De facto, alguns astrólogos afirmam que os nativos deste signo preferem trabalhar com os outros e não sozinhos. Decidir-se por uma sociedade ou o emprego mais adequado pode, assim, tornar-se uma verdadeira dor de cabeça para este signo que coloca todas as coisas nos pratos da balança. Os Balanças perseguem a harmonia nas suas vidas profissionais e darão as voltas que forem necessárias para a conseguirem. Se lhes for dado um escritório com grandes janelas e vistas bonitas, boas carpetes, cores harmoniosamente combinadas, luzes agradáveis e uma flor completamente aberta sobre a sua secretária, os Balanças terão certamente sucesso. Apesar da sua paixão pela harmonia, quando houver um conflito de opiniões ou um choque de interesses, os Balanças estão literalmente no seu elemento - pesando, mediando e resolvendo disputas. Nada os assusta, apesar de poderem afastar-se timidamente de conflitos pessoais difíceis. Os patrões Balança tendem muitas vezes a misturar o charme com um certo grau de autoritarismo. Os empregados Balança, por outro lado, são excelentes colegas.

Dificuldades nas relações íntimas podem causar stress ao Balança, originando tensão nervosa, irritabilidade e, por vezes, problemas sexuais. Exercícios que exijam equilíbrio mental e físico - como a arte marcial do Aikido ou as meditações de movimento do Ioga Hatha ou o T' ai Chi - ajudarão a conseguir um maior auto-controlo, de que necessita. Como signo das medidas, a principal preocupação do Balança é pesar bem as hipóteses de que dispõe e tomar decisões correctas. A mente equilibrada do Balança mostra juízos sensatos sobre os assuntos que dizem respeito aos outros, mas na sua própria vida o espectro da indecisão paira. Em vez de enfrentar de frente os assuntos emocionais, prefere, muitas vezes, chegar a um acordo a qualquer preço. Ao fazê-lo, pode perder a razão e zangar-se ou sentir-se frustrado, pois abdica dos seus desejos mais profundos. Esta frustração pode conduzir a doenças. A grande dificuldade do Balança reside no facto de, para além de se aborrecer facilmente com discussões, criar um stress interior ainda maior por não se conseguir afirmar. Os sintomas típicos do stress do Balança são os eczemas, as costas frágeis e problemas de rins. Outra área a ser vigiada é o peso, pois sente-se facilmente tentado a procurar refúgio emocional numa caixa de bombons, o que constitui um sinal de insegurança. Comer em excesso com frequência pode revelar uma depressão. No entanto, a sua constituição forte e rija permite ao Balança comer doces ocasionalmente.

O amor pela harmonia e escalas equilibradas unem os nativos de Balança. A sua extravagância é um dado assumido, especialmente no que diz respeito à casa, mas pouca gente tem consciência da importância da sensação de equilíbrio para o Balança. Pode muitas vezes ficar doente só por os elementos que o rodeiam não serem harmoniosos. O Balança gasta grande parte do seu tempo a tentar criar um equilíbrio na sua vida. Muitas vezes passa de um extremo na escala antes de conseguir encontrar o equilíbrio certo. Uma casa agradável proporcionará a compreensão necessária para as dificuldades exteriores. Não vê a casa como um ninho como acontece com o Virgem, mas um local confortável é-lhe essencial, pois fornece um refúgio calmo e privado onde este signo do Ar pode encontrar a sensação de equilíbrio. Quando tem um companheiro ou família, gosta igualmente de pensar que um ambiente harmonioso reduzirá os potenciais problemas. Raramente consegue viver em locais em que os elementos não combinam à primeira vista: cores que chocam entre si, um design inadequado e até mesmo quadros mal pendurados ofendem a sua natureza. O Balança irá a grandes extremos, por vezes absurdamente extravagantes para criar um ambiente ideal para acontecimentos sociais. Geralmente é amigável e sociável, e se estiver contente com a casa que tem, nada lhe agradará mais do que receber visitas. Se visitar a casa de alguém, onde tudo o choque, sairá o mais depressa possível.

Devido ao seu forte sentido de justiça, os Balanças devem ter cuidado para não se envolverem em situações difíceis quando viajam em países com costumes diferentes. Devem também vigiar a sua inclinação para o excesso com as comidas estrangeiras, às quais não estão acostumados, e não cederem à gulodice. A indecisão não é a única característica que o Balança representa. Aqueles que nasceram sob este signo tendem a exagerar o seu esforço, precisando de férias para recarregarem as baterias e recuperarem o seu equilíbrio. Amantes da beleza e da harmonia, os Balanças são atraídos por sítios bonitos e culturas interessantes. Os nativos de Balança detestam grandes multidões, preferindo viajar com mais uma ou duas pessoas, embora amigos mais persuasivos os consigam convencer a participar em excursões que já sabem que não irão apreciar. Os Balanças mantêm uma relação amor/ódio com os aviões - e se a cabine está muito cheia é provável que paguem a diferença e mudem para a primeira classe, mesmo se não puderem suportar os custos. Os comboios são muitas vezes o seu transporte preferido. Gostam de paisagens bonitas e estão geralmente interessados em observar o mundo, ficando por isso satisfeitos se se sentarem à janela e passarem a viagem a observar, a menos que tenham consigo um livro muito bom. Nativos de um signo do Ar, muitos Balanças gostam de viajar e conhecer outros povos e culturas. É provável que se mudem para outro país, se se sentirem lá bem e se puderem encontrar emprego.

Os traços delicados dos Balanças típicos torna-os bonitos, mas de forma pouco surpreendente. Muitas vezes, a importância de Vénus - o planeta regente deste signo - na carta astrológica é visível em covinhas ligeiras no rosto. Mas não se deixe enganar: os Balanças são hábeis a explorarem o seu encanto físico para conseguirem o que querem, seja de quem for. Balança, graças à sua ligação com o planeta Vénus, tem sido tradicionalmente aclamado como o signo mais bonito do Zodíaco; o amor deste signo pelo equilíbrio e pela harmonia tem a sua correspondência na simetria facial. Esta é, essencialmente, a cara do diplomata. As linhas suavemente esculpidas, os olhos gentios e atentos, o sorriso irresistível, tudo isto se combina para criar um efeito mais agradável do que impressionante. Por detrás do charme superficial, todavia, esconde-se uma vontade férrea, que muitas vezes contradiz a expressão mais suave. O físico do homem Balança é mais elegante do que atlético. O desenho dos ossos é redondo, o tronco é esbelto e as pernas são geralmente bem torneadas. Mesmo os Balanças mais pesados têm um andar delicado. A mulher Balança, ao mesmo tempo que preserva a sua feminilidade, dá a ideia de ser feita de matéria mais substancial. A sua silhueta é graciosa, com uma cintura fina.

IDENTIFICAR UM BALANÇA - Um rosto comprido e oval, com o maxilar inferior tão largo como o resto da cara, se não for mais. A testa tende a ser larga. Os grandes olhos amendoados são quase sempre profundos. O nariz é bastante delicado e a boca larga.

O homem Balança tem raciocínio lento e não gosta de decisões precipitadas. Tem tendência a deixar as coisas correrem, desde que não alterem o seu equilíbrio. Bom amigo, conciliador e flexível, é uma pessoa bastante sociável e apreciada pelos outros. Bastante elegante no vestir, tem um ar sedutor.

O homem Balança é cheio de amabilidade e gentileza. É muito simpático e cordial e, tal como o nativo de Virgem, prefere as relações cómodas, sem complicações, mas ao contrário deste é muito romântico, pensando no amor, desejando encontrar a pessoa que lhe permita concretizar uma relação de casal ideal. Pertence ao Ar e como tal é mais intelectual que passional. Sem ser excessivamente emotivo ou sexual, é afectuoso e delicado, tentando sempre encontrar o ponto médio que lhe permita um mínimo de comunicação e reciprocidade, a todos os níveis, na sua relação amorosa. Tende a ser bastante inseguro e por isso indeciso no momento de comprometer-se. Pode jurar-te amor eterno, levado por um momento de romantismo e paixão, esquecendo-se disso passado esse momento. Dá-lhe tempo para que aclare as suas ideias e defina os seus sentimentos. Se se sente influenciado ou pressionado, as suas promessas serão tão passageiras como o vento do Outono.

A mulher Balança é cheia de personalidade que irradia encanto, suavidade e doçura na sua eterna procura de equilíbrio. Mas, cuidado, porque sob esta aparência sabe muito bem o que quer, chegando a ser demasiado obstinada. Possui inclinação muito acentuada para a estética, as artes, a criatividade e o amor, sendo neste que encontra o seu maior prazer. A mulher Balança considera o amor como o grande ideal da sua vida. De sentimentos delicados e gostos refinados, costuma ser um tanto inconstante no amor, talvez por temer enganar-se, a fazer uma má escolha e não poder emendar o erro. A nativa de Balança, não é particularmente apaixonada, viverá a sexualidade.




___________________________________
avatar
DaemoniumMalledictum
Serpentis Ovi
Serpentis Ovi

Sócio de Ouro - OMI
Feminino

Número de Mensagens : 229
Reputação : 46
Pontos : 2878
Humor : needing space to think...revolution is coming | Aftertime
Localização : Lisboa

http://dflaviamsantos.blogspot.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum